A Cena Independente

“Ancestrais”: Vinicius Castro homenageia esposa e raízes em novo single

Após álbum inspirado por Nova York, compositor brasileiro inaugura período na Espanha

Crédito: Thiago Chediak

Após álbum inspirado por Nova York, compositor brasileiro inaugura período na Espanha

Pouco tempo depois de se inspirar pelo ar urbano e poético de Nova York, o cantor e compositor Vinicius Castro mostra novas influências no novo single “Ancestrais”. A música mostra o artista dessa vez embebido na atmosfera da cidade de Murcia, na Espanha, para onde se mudou recentemente. A faixa foi composta como um presente de Vinicius para a esposa, com quem divide moradia e confidências na nova cidade. A produção independente teve masterização de Luiz Tornaghi, do estúdio Batmastersom.

Assista ao vídeo:

Ouça: http://bit.ly/AncestraisSpotify

Toda a letra partiu da experiência de viver em um país antigo europeu, com carga histórica grandiosa. As construções diversas, laicas e religiosas de séculos atrás, os desfiles tradicionais de Mouros e Cristãos pelas ruas da cidade – ao som de melodias, modais e bélicas – foram o ponto de partida para este novo single. Discutindo essa grandiosidade em comparação com a singeleza e a cumplicidade de uma vida a dois, Vinicius mostra um novo caminho de suas composições.

“Quando se escolhe dividir a vida com alguém, o impacto dessa pessoa na sua vida é absoluto; levei 10 anos até conseguir achar as palavras que traduzem o que sinto. Tudo me fez refletir muito (…) Principalmente pela nossa brasilidade, que é fruto também desses países europeus e africanos. Me peguei pensando nesse passado comum que temos com essa civilização e também sobre nossas diferenças”, diz Vinicius.

As ruas do município são repletas de alunos de escolas de dança e teatro batendo palmas, sapateando e tocando castanholas, e em muitas esquinas da cidade também é possível ouvir o violino e acordeão. Vinicius absorveu todo o ambiente em pouco tempo, incluindo isso na canção e traduzindo novas inspirações.

“Aproveitando essa estadia na Espanha, resolvi ir atrás de autores de língua espanhola, mas não necessariamente espanhóis. Assim, acabei lendo livros do colombiano Gabriel Garcia Marquez e ouvindo muito a obra do uruguaio Jorge Drexler. E ambos os autores tem uma quedinha pela ancestralidade, e formas muito bonitas de tratar do assunto, cada um do seu jeito”, revela ele.

Vinícius Castro é cantor e compositor. Destaque na cena musical carioca, ele divide seu tempo entre suas canções autorais – que já foram gravadas por nomes como Lenine e Gilberto Gil -, o laureado projeto infantil Cria e experimentações criativas como o “Broken Machine Project”, lançado no ano passado. O registro inovou ao musicar poemas de um autor americano em forma de rock, folk e jazz com um toque brasileiro,  na voz de expoentes da cena independente de Nova York.

Ouça “Ancestrais”:
Spotify: http://bit.ly/AncestraisSpotify
Deezer: http://bit.ly/AncestraisDeezer
Apple Music: http://bit.ly/AncestraisApple
Google Play: http://bit.ly/AncestraisGPlay

Ficha Técnica
Voz, violão, palmas, guitarra, ukulele, arranjo, gravação e mixagem – Vinicius Castro
Baixo elétrico – Marcelo Saboya
Masterização – Luiz Tornaghi

Letra
Ancestrais
(Vinicius Castro)
Desde que o primeiro anfíbio
Desistiu do rio e foi se aventurar
Pelas terras, pelo ar
E o homo erectus resolveu se levantar
Desde que o raciocínio
Trouxe o domínio sobre a natureza
Desde a fogueira acesa
Até a pedra afiada para conquistar
Um amor e um lugar
Desde que os navegantes
Foram, triunfantes, retornar ao mar
Sei que é difícil conceber
Que seja essa a realidade
Mas todas as escolhas da humanidade
Me levaram pra você
E o efeito borboleta
Por todo planeta fez-se farfalhar
Duas guerras mundiais
E o encontro dos meus e dos seus pais
E dos pais dos nossos pais
E de todas gerações passadas
Dos antepassados
Desses ancestrais
Sei que é difícil conceber
Que seja essa a realidade
Mas todas as escolhas da humanidade
Me levaram pra você
E a nossa vida é como um relógio de areia
Com o passado afunilando até nós dois
E jorrando, do universo do seu ventre,
Tudo que vier depois

Deixe seu comentário

To Top