A Cena Independente

CD da Codinome Winchester Está no Forno

Codinome Winchester

Codinome Winchester: banda com estilo musical bem peculiar e único da capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, onde o rock vem ganhando merecido espaço.

Foto: Sarah Outeiro

No Brasil existem milhares de bandas independentes que correm atrás do sucesso, e um grande passo nesse longo caminho é a gravação do tão esperado álbum, para esse passo é necessário ter primeiramente o reconhecimento da Internet e com isso, do público.

Uma banda com um estilo musical bem peculiar e único da capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, onde o rock está ganhando seu merecido espaço, cidade que hoje é reconhecida como o berço de grandes nomes do sertanejo, como Luan Santana, Michel Teló e muitos outros, traz nesses últimos anos várias opções de um bom rock’n’roll e pop, como a Bella Xu, banda que representou o estado no programa Superstar da Globo, Facas Voadores e muitas outras que surgem no cenário sul-matogrossense.

Codinome Winchester está chegando lá, fruto de uma vontade de fazer um som entre amigos, Fillipe Saldanha nos vocais, Arthur Maximilliano na guitarra e teremim, Guilherme Napa na bateria, Luciano Armstrong na guitarra e sintentizador, e Thiago Souto no baixo. Começaram se apresentando em eventos da UFMS. Em 2013, formalizou-se como banda por serem cada vez mais solicitados pelas casas noturnas de Campo Grande – MS.

Durante esses anos, a banda já tocou em outras cidades do Mato Grosso do Sul, dividindo os palcos com Cachorro Grande, Vanguart, Supercombo, Far From Alaska e em festivais sul-matogrossenses. Com mais de 4 milhões de visualizações no Spotify e pelo grande número de fãs paulistas e cariocas, também participaram do concurso “Temos Vagas”, promovido pelo festival Lollapalooza, no qual ficaram entre as bandas mais votadas em todo o território nacional nos dois anos de participação.

Em 2014, a banda lançou com êxito seu EP “10% Alien”, e em 2015, além de estrelarem dois clipes, também disponibilizaram outro EP, intitulado “Ocasiões Espaciais”. No ano passado, a banda foi ao Rio de Janeiro gravar um material ao vivo chamado “Acoustic Sessions”, no clássico e místico estúdio Toca do Bandido. O single “A Busca” em seu formato acústico foi um tiro certeiro, agradando aos fãs e gerando centenas de milhares de plays nas plataformas digitais.

No mesmo ano de 2016 a banda recebeu um convite especial do próprio Giuliano Manfredini, filho de ninguém mais ninguém menos que Renato Russo, para regravar a aclamada música de seu pai, Índios, que faz parte de um álbum especial de 20 anos da morte de Renato Russo, bandas como Plutão já foi Planeta, Supercordas e até Cris Botarelli, vocalista do Far From Alaska, também fizeram parte desse álbum especial. O resultado de Índios você pode conferir no vídeo abaixo:

E agora, em 2017, tiveram 2 meses de vários shows por Campo Grande. No mês de Abril tocaram em um festival no Paraná e em dois shows no estado do Rio de Janeiro, aproveitaram a viagem e voltaram para Toca do Bandido, mas dessa vez para a gravação do esperado álbum.

O álbum surgiu de uma parceria entre a Toca do Bandido, que vai distribuir o CD através do selo deles, e a Agência Milk, agência da banda. A ideia do álbum por inteiro é fazer conexões entre as músicas, juntar todas a faixas como se fossem apenas uma, não apenas músicas meramente soltas, e sim uma história por completo.

O som tem grande influência do rock clássico, assim como muitos timbres modernos, como bateria eletrônica e sintetizadores. Além disso, o vocalista Saldanha explica que este CD trará a mistura de todas as influências que eles possuem musicalmente e assim, conseguirão expressar toda musicalidade que querem transparecer.

A banda ficou hospedada durante uma semana no estúdio fazendo a gravação dos instrumentos, após dias de muito trabalho e madrugadas a dentro gravando, Saldanha diz que no fim tudo vale a pena.

O resultado poderá ser conferido em meados do segundo semestre deste ano, quando a banda lançará o seu, talvez, maior trabalho durante esse tempo de estrada. Para mais informações só ficar ligado no Facebook da banda e para ouvir as músicas que trouxeram eles até onde estão, só entrar no canal do YouTube.

Cansei da vida sussurrando, tá na hora da vida gritar”Codinome Winchester; O Paulista.

Deixe seu comentário

To Top