Destaques

Coutto Orchestra reinventa o nordeste em show no Sesc Ipiranga

Banda sergipana apresenta canções de seus dois álbuns e composições inéditas unindo elementos da música nordestina a referências tecnológicas e globais

Crédito: Thay Rocha

Banda sergipana apresenta canções de seus dois álbuns e composições inéditas unindo elementos da música nordestina a referências tecnológicas e globais

A Coutto Orchestra desembarca no Sesc Ipiranga para show único no dia 5/1. A micro-big- band de Aracaju foi formada em 2010 e integra a nova e boa safra de músicos instrumentais do Nordeste. Os três músicos misturam ritmos tradicionais e fortes referências sertanistas como o maracatu de brejão, a taieira e o forró com os gêneros musicais do mundo e elementos eletrônicos.

A nova formação Alisson Coutto (samples e voz), Alberto Silveira (cordas e voz) e Betinho Caixa D’água (percussão) apresenta músicas dos seus dois álbuns, canções populares brasileiras e composições inéditas. O grupo sergipano apresenta por meio de suas canções um nordeste contemporâneo, que se aproxima do mundo, marcando presença nesta aldeia global através da música.

O álbum
Voga é o movimento ritmado das remadas das embarcações, mas também “moda nova” ou “aquilo que está em evidência” e que dialoga diretamente com a proposta deste novo disco. Em uma expedição de 22 dias de descida pelo Rio São Francisco, o grupo pode encontrar e assimilar a paisagem musical que o Nordeste dispõe. A cultura das tribos indígenas, a referência do cangaço, a sonoridade do povo quilombola, tudo isso percutiu na estrutura que forma ao disco.

O álbum reúne elementos da cultura ribeirinha com diversas sonoridades mundo afora. Uma provocação estética, mas também um convite para estreitar a relação da música entre mundos aparentemente díspares, com a sanfona, o barulho de motor do barco e canto de aboiadores sob efeitos eletrônicos.

A Banda
Surgida em 2010, a Coutto Orchestra é uma banda sergipana que dialoga com o Brasil interior e com a batida global, mixando e remixando ritmos, ritos e mitos de uma região extremamente rica em cultura histórica: o nordeste brasileiro. A Coutto assume pra si o exercício diário do desafio de tornar plural o que é da terra; e une aparatos tecnológicos à sanfona, cordas, theremim e vozes entoando canções com/sem palavras envoltas por projeções e luzes, provocando uma sensação festiva e imagética. Aprofundam – se ritmos nordestinos e uma antena focada para novidades musicais do mundo.

Alisson Coutto
Multi-instrumentista, compositor e Dj, natural de Aracaju, fundou em 2005 o curso de contrabaixo elétrico no Conservatório de Música de Sergipe e circulou por diversas bandas importantes do cenário local, como Naurêa e Reação. Em 2010 cria a banda Coutto Orchestra e participou de importantes eventos nacionais e internacionais como Mercado Cultural de
Medellin, CIRCULART – Medellin/Colômbia (2013), Festival Contrapedal – Montevideo/Uruguai (2015), Virada Cultural – São Paulo/SP (2016), Jogos Olímpicos – Londres (2012), além de vencer importantes prêmios nacionais como o Natura Musical (2015) e o Prêmio MIMO jovens Instrumentistas (2014).

Betinho Couto
Músico, compositor, diretor musical, professor de percussão e de capoeira, participou de diversas bandas e grupos, como: Banda Naurêa, Mamulengo de Cheiroso, Orquestra Sanfônica de Aracaju. Em 2007, foi premiado no Prata da Casa como Melhor Percussionista e integrou festivais nacionais e internacionais como a Copa Da Alemanha (2006), Pan-Americano (2007) – RJ e Olimpíadas de Londres (2012).

Alberto Silveira
É compositor, arranjador e violonista. Ao longo da sua carreira tocou em bandas de pop-rock e em projetos de música instrumental em bares na noite sergipana. Também é autor de trilhas dos curta-metragens “A parede”, vencedor do prêmio Aperipê de 2007, e “Do outro lado do rio”. Participou de diversos festivais e mostras competitivas, foi vencedor do prêmio Aperipê de melhor instrumentista e de melhor música instrumental “Fim de Noite” no ano de 2011, finalista do festival nacional da ARPUB (2011). No ano de 2015 lançou o primeiro CD “Baleadeira”. Em 2017 começou a integrar a Coutto Orchestra.

Crédito: Thay Rocha

Serviço
Coutto Orchestra
Quando: 5/1, sexta às 21h
Local: Teatro (200 lugares)
Preço: R$20,00 / R$10,00 / R$6,00 (credencial plena)
Sesc Ipiranga – Rua Bom Pastor, 822

Deixe seu comentário

To Top