Vídeos Independentes

Em ode à libertação, CONGO BLUE estreia com o videoclipe de “Rótulos”

Primeiro single da banda, a faixa antecede o lançamento de um EP produzido por Martin Mendonça e Duda Machado

Entrar na faculdade, carreira em uma multinacional, estabilidade financeira, casar e ter filhos. Certamente muitas cobranças pessoais norteavam a cabeça de Pedro Palma, vocalista da banda CONGO BLUE, ao compor a música “Rótulos”.

A banda estreia com um videoclipe para a faixa, onde Pedro extravasa sua angústia, chuta, quebra, enlouquece e até raspa a cabeça. Tudo para anunciar que não aceitará a imposição de nenhuma regra.

Com uma pegada rocker, muita atitude e beirando uma estética punk pop dos anos 90, CONGO BLUE se prepara para a chegada do seu EP de estreia, previsto para setembro deste ano. O primeiro single foi escrito em um período conturbado para Palma, que exigia de si mesmo atitudes que muitas vezes representavam a necessidade de se encaixar no que não eram suas próprias escolhas. E o vazio existencial de não viver para si veio à tona.

Congo Blue

Congo Blue | Foto de Ygor de Oliveira

“Rótulos é e não é sobre eu ser gay. Mas é que somos criados pela sociedade para atender expectativas estabelecidas antes mesmo de nascermos, e isso inclui nos encaixarem dentro de uma sexualidade, profissão, padrão de beleza, papel social etc”, explica o músico, “Se você não for rico, magro e sarado, bem sucedido profissionalmente, falar línguas, ter uma casa, mulher e filhos, você é considerado um perdedor. Isso impede muitas pessoas de serem quem elas realmente são”.

Formada ainda na época de escola e com nome tirado direto de um clássico nacional (“Mulher de Fases”, 1999), a banda inspira originalidade ao querer resgatar o viés contestador e controverso do rock, outrora símbolo da quebra de paradigmas.

CONGO BLUE é sobre a inquietude do questionamento e expressão do inconformismo.

“O mote é não ser mais um na linha de produção. Isso também pode por exemplo ser associado à nossa opção em seguir uma carreira artística e não empresarial”, descreve Palma ao falar do vídeo.

A banda chega na cena independente com a assinatura de Martin Mendonça e Duda Machado, da banda Pitty. São eles os responsáveis pela produção do EP de lançamento. Ao lado do vocalista, integram o time Matheus Reis (Guitarra), Dalmo Lacerda (Guitarra), Jonatas Braga (Bateria) e Bruno Vila Nova (Baixo).

Prontas para serem lançadas, suas músicas tocam direto em feridas pessoais que podem ser comuns a muitas pessoas, e esta será melhor forma de cura.

Deixem aquele SALVE para a banda e fortaleçam A Cena Independente.

Acompanhe CONGO BLUE  na web:
Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Deixe seu comentário

To Top