A Cena Independente

Hipnotize e surpreenda-se com o ritmo cigano de Orkestra Bandida

Orkestra Bandida

Orkestra Bandida é uma boa pedida para os amantes de musica cigana e aos apaixonados por sonoridades exóticas, o grupo lançou recentemente seu novo CD.

Orkestra Bandida é uma boa pedida para os amantes de musica cigana, aos curiosos e aos apaixonados por sonoridades exóticas. O grupo Paulistano que traz em sua proposta um repertório voltado à música cigana oriental, lançou recentemente seu mais novo álbum, disponibilizado nas principais plataformas digitais (links de contato no final da página).

O novo trabalho foi gravado no estúdio FlapC4 em dezembro de 2014, mixado por Adonias Junior no Estúdio Arsis e
Editado por Pedro Lobo.

Orkestra Bandida

A Orkestra Bandida é um grupo ligado à Fundação Tarab, formado por músicos multi-instrumentistas, estudiosos e pesquisadores da música cigana oriental, especialmente do Fasil, um estilo desenvolvido pelos ciganos do oriente nas boates, cabarés e festas.

A Orkestra Bandida

Através de uma instrumentação peculiar que inclui alaúde, saz, clarinetes, flauta ney, kaval, violão manouche, rabeca, percussão oriental e contra-baixo, do acústico ao elétrico, a Orkestra Bandida se utiliza da linguagem do Maqam (escalas orientais) e de ritmos ímpares como o Karsilama, além de ir fundo no sistema dos quartos de tom.

Fundindo a espontaneidade da musica regional brasileira, que encontra em ritmos como o Halij uma singularidade e um parentesco únicos, a Orkestra Bandida convida todos para uma viajem ao universo gypsy com muito bom humor e musicalidade.

Liderada pelo multi-intrumentista Mário Aphonso III, o grupo prepara o seu repertório inspirado na riqueza e variedade do Fasil, uma música de forte influência árabe, praticada principalmente pelos ciganos da Trácia, mas também transitando pelas velhas tabernas e cabarés da Turquia, Egito, Síria, Grécia, Macedônia e muito mais!!

Orkestra Bandida

Mário Aphonso II – Clarinete turco, flauta nay
Ian Nain – Alaúde, Saz
Felipe Gomide – Rabeca, violino
Juliano Abramovay – Alaúde, saz, violão manouche
Pedro Lobo – Baixo elétrico e acústico
Francis Mehmet – Derbake, riqq, percussão oriental
Bruno Duarte – Davul, derbake, percussão oriental

SAIBA MAIS SOBRE ORKESTRA BANDIDA EM:

Facebook
YouTube
Soundcloud
Spotify

Deixe seu comentário

To Top