Destaques

Sociedade moderna e otimismo marcam o novo vídeo da Clangendum

“Contramão” faz parte do álbum de estreia “PsicoDisco”

Crédito: Lucas Ghetti.

“Contramão” faz parte do álbum de estreia “PsicoDisco”

Cantando e refletindo sobre a nossa evolução como sociedade, a Clangendum apresenta o vídeo de “Contramão”, música que faz parte do álbum de estreia “PsicoDisco”. Entre versos e panoramas da banda em cima do palco, o clipe mostra cenas em textura VHS. A direção de fotografia é de Lucas Ghetti e Lucas Gouvêa. Assista:

“Contramão” é a nona faixa do álbum “PsicoDisco”. A canção flerta com o rock clássico, pop e dance music, apresentando uma sonoridade distinta em comparação às outras músicas do álbum. Favorita de todos os integrantes, a letra traz uma reflexão sobre a mudança e a transição da sociedade moderna, e por meio da poesia simples e direta prega o otimismo, ao mesmo tempo em que discute a esperança da população de ter um futuro melhor.

O vídeo entrega todo o conceito presente na composição de “Contramão”. Com direção de fotografia de Lucas Ghetti e Lucas Gouvêa, o clipe exibe imagens do primeiro show da turnê de “PsicoDisco”, no Teatro Sérgio Porto, no Rio de Janeiro. Junto ao clima de descontração, as cenas mostram texturas, inteiramente em VHS, como forma de ilustrar o ambiente criado dentro da música e fazer uma perspectiva do antigo com o novo.

“Vivemos em um processo de regressão, andando na contramão já há algum tempo. Depende apenas de nós para sairmos desse processo e voltarmos a caminhar progressivamente. E nada melhor para ilustrar em imagens esse processo de ‘Contramão’, do que um clipe em formato VHS na era do HD Digital”, diz o vocalista Breno Gouvêa, que também editou e finalizou o videoclipe.

Todo o cotidiano urbano e a face da sociedade contemporânea estampam o álbum de estreia da Clangendum. “PsicoDisco” expõe um universo caótico de distorções sociais, mas em “Contramão” transparece um pouco do otimismo que ainda vive dentro das pessoas, permitindo-se sonhar e idealizar um mundo melhor. Os versos completam uma cronologia de histórias, que interligam cada uma das faixas.

A Clangendum é uma banda que faz uma mistura alucinante de estilos: a MPB encontrando com o rock, a psicodelia descobrindo ritmos africanos.“Contramão” faz parte do álbum “PsicoDisco”, que traz a ambição de criar canções que fazem parte de um universo único.

Ouça “Contramão” no “PsicoDisco”:
Spotify: https://open.spotify.com/album/2CxuLRmktC2bGnd9BzkCGN
Deezer: http://www.deezer.com/album/40749061
iTunes: https://itunes.apple.com/br/album/psicodisco/id1230764173
Google Play: https://play.google.com/store/music/album/Clangendum_PsicoDisco?id=Bbzv4h7nrnziiszyyi5gbadseai&hl=pt_BR
YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=c1yXqzlj4n8

Ficha Técnica:
Webclipe em homenagem ao primeiro show da Turnê PsicoDisco, realizado no Teatro Sérgio Porto (RJ) no dia 20 de Julho de 2017
Edição e Mixagem: Julio Alecrim
Masterizado por Vinicius Fraga no Awen Studio
Videoclipe:
Direção de Fotografia: Lucas Ghetti e Lucas Gouvêa
Fotografia: Lucas Ghetti e João Pedro Brandão
Edição, Montagem e Finalização: Breno Gouvêa

Letra:
Contramão (Breno Gouvêa/Rama)
Hoje de manhã eu acordei sem lembrar
Que eu não fazia mais parte da terra
Que eu não tinha chão
Não tinha Contramão
Hoje de manhã eu acordei sem saber
Se estão construindo uma nova era
Era sem carvão
Era contramão
Onde os homens passeiam descalços nos campos
Onde os campos possam desfilar sob os nossos pés
E as crianças brincando de bola
E a bola brincando nos pés de mais manés
Que as latas circulem a troco de nada
Que a troco de nada seja a mais sincera compaixão
Quando os astros descerem em forma de beijos
Que os beijos sejam apanhados por vocês
Ainda não, ainda não
Ainda não, ainda não
Hoje de manhã eu me lembrei de acordar
Mas já não fazia mais parte de mim
Mim não tem razão
Mentir é contramão
Que os vizinhos se tornem da nossa família
Que a nossa família se encontre domingo de manhã
Quando os seres humanos lembrarem do tempo
O tempo será favorável a vocês
Ainda não, ainda não
Ainda não, ainda não.


																				
																					
																															
																														

Deixe seu comentário

To Top